Catedral de São Pedro de Alcântara

Catedral de São Pedro de Alcântara

Saindo do Museu Imperial, basta seguir pela rua da Imperatriz, subir a rua Raul de Leoni e dobrar à esquerda na rua São Pedro de Alcântara, para chegar à catedral, erguida por ordem de D.Pedro II, em 1884. Trata-se de uma representante do estilo gótico francês do século XVIII. Construída em alvenaria de pedra aparelhada e cantaria de granito, traz em seu interior obras esculpidas em mármore de Carrara.

À direita da entrada principal, encontra-se a Capela Imperial, cujo altar é trabalhado em bronze, mármore e ônix. Nela, estão os restos mortais de D. Pedro II, D. Teresa Cristina, da Princesa Isabel e do Conde D’Eu.

Além dos restos mortais, que repousam sob lápides de mármores pesando quase 3 toneladas, o interior da Capela Imperial guarda também relíquias de S. Magno, Santa Aurélia e Santa Tecla.

A Catedral de São Pedro de Alcântara pode ser visitada de 3ª a domingo, de 8h às 12h e das 14h às 18h.

Em um lugar cheio de pontos turísticos, restaurantes e lanchonetes, você turista paulistano sabe como fazer o cadastramento de Nota Fiscal Paulista e poder aproveitar mais com os benefícios obtidos por ela? Dê uma conferida no site notafiscalpaulista.com.br.

Deixe uma resposta