4 MOTIVOS PARA USAR A NOTA ALAGOANA

Vamos falar sobre os quatro principais motivos, de você pedir a nota fiscal Alagoana e colocar o cpf na nota fiscal ,e com isso participar da campanha nota fiscal cidadã, se cadastrando pelo site da Nota Alagoana.

4 MOTIVOS PARA USAR A NOTA ALAGOANA

4 MOTIVOS PARA USAR A NOTA ALAGOANA

Impostos; o primeiro motivo, basicamente tudo que nós compramos de mercadorias, e serviços, pagamos impostos sobre aquilo, então tudo acumula em créditos, para serem resgatados.

Desenvolvimento do Estado; quando uma empresa, ou mercado, ou cidadão paga imposto ajuda o Estado, o Estado precisa desse imposto, para desenvolver o próprio estado, escola, segurança ,cultura e lazer.

Nota fiscal cidadã ; você poderá participar da campanha nota fiscal cidadã, a nota fiscal cidadã é uma campanha onde você recebe prêmios em dinheiro que  é sorteado, ou recebe parte do imposto pago, e melhor ainda, você colabora compartilhando suas notas com as instituições sociais ,ajudando a essas instituições da assistência aos menos favorecidos.

O direito do consumidor; através da nota fiscal,  é que você pode ou trocar a mercadoria, ou devolver, pois é uma prova que comprou aquele produto naquele local.

Além desses benefícios, é possível verificar pelo aplicativo o saldo da Nota Fiscal e saber se você já pode resgatar seus créditos.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PERMITE CONSULTA DE PROCESSO PELA INTERNET

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PERMITE CONSULTA DE PROCESSO PELA INTERNET

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PERMITE CONSULTA DE PROCESSO PELA INTERNET

Como saber se tem algum processo no meu nome? A consulta de processos criminais e judiciais, é realizada da mesma forma, usando mesmo site, que é o site oficial do TJ- Tribunal de Justiça, para entrar no site, para ter acesso ao seu processo, é necessário inserir TJ.a sigla da sua região .com.br.

Os novos processos judiciais, que corre hoje na justiça, estão dentro do processo judicial eletrônico,  para você consultar hoje, é muito simples, acesse o endereço eletrônico citado acima, que é o site do TJ,  para ter acesso ao processo eletrônico, logo após entrar na página inicial, preencha o campo, com o seu CNPJ ou CPF, logo abaixo, você terá que repetir os caracteres que vê acima, depois você verá o número do seu processo, e as demais informações sobre ele.

Lembrando que se o seu processo for um processo físico é necessário entrar em contato com seu advogado para saber informações sobre o andamento do processo, ou comparecer na vara da sua região onde tramita seu processo.

Confira 3 Mitos da Nota Fiscal Paulista

Fala galera beleza? Hoje vamos descobrir o que é, como funciona e também três mitos sobre CPF na Nota! Você sabe quais as vantagens em utilizar o CPF na Nota da hora das nossas compras?

O que é Nota Fiscal Paulista? Se você mora em São Paulo, já deve ter escutado a seguinte frase no caixa: CPF na Nota? Que o Brasil tem muitos impostos e também juros altos isso nós já sabemos, mas o que pouca gente sabe é que existem programas que também nos dão lucro sobre esses impostos.

A Nota Fiscal Paulista é um desses, a partir de 2007 o governo do estado de São Paulo criou esse programa para combater a sonegação e aumentar a arrecadação do estado. A cada compra registrada, o consumidor recebe de volta parte do imposto embutido nas mercadorias. Ele pode receber isso em dinheiro ou com desconto em IPVA.

Como funciona, o programa pode devolver até 30% do valor gasto, é claro que essa porcentagem de retorno varia dependendo do que você está comprando. O crédito pode ser transferido para a conta bancária, seja corrente ou poupança.

Não é necessário se cadastrar para gerar saldo na Nota Fiscal Paulista basta informar o seu CPF no caixa e está tudo certo. No entanto, para consultar a sua pontuação é preciso gerar uma senha no site da Nota Fiscal Paulista pela internet. Fica tranquilo que é bem fácil!

Agora, vou falar dos três mitos sobre CPF na Nota!

O primeiro mito: se eu me cadastrar a Receita Federal vai rastrear os meus dados? Não é bem assim amigão!! A Nota Fiscal Paulista é um programa da Receita Estadual e não da Federal! A Receita Federal é quem fiscaliza as nossas declarações de imposto de renda, portanto o programa não foi criado para cruzar esses dados.

Segundo mito: quanto mais cara minha compra mais dinheiro recebo?  Não necessariamente, apesar da restituição ser proporcional ao valor da compra, não são todos os produtos que recolhe o imposto utilizado pelo governo. Os gastos com compras como por exemplo, o sapato, roupas e etc, esses sim têm os gastos aí mais próximos da rentabilidade!

Terceiro mito: é perigoso falar o meu CPF em qualquer loja? Amigão, como qualquer outro documento você deve ter cuidado ao informar o seu CPF na Nota fiscal. Você também pode imprimir o cartão da Nota Fiscal Paulista com o número do seu CPF e apresentar nas lojas! Isso evita de ter que falar o CPF sempre!!

Espero que vocês tenham gostado, e até a próxima.